Na história universal do amor,
amou-se sempre diferentemente,
embora parecesse ser sempre
o mesmo amor de antigamente.
By Lucilia Diniz

.